11.2.13

tempo, tempo mano velho...


Como psicólogo, eu me comprometo a colocar a minha profissão a serviço da sociedade brasileira, pautando meu trabalho nos princípios da qualidade técnica e do rigor ético. Por meio do meu exercício profissional, contribuirei para o desenvolvimento da Psicologia como ciência e profissão na direção das demandas da sociedade, promovendo saúde e qualidade de vida de cada sujeito 
e de todos os cidadãos e instituições.
(Juramento - CRP)





Então tempo, já faz um ano. EXATAMENTE um ano. Julianeli tinha acabado de ser eleito reitor depois de uma campanha emocionante e eu fui a primeira aluna a quem ele concedeu grau. Já faz um ano. Capelo posto, diploma na mão, apertos de mão. Aplausos. Pronto, enfim psicóloga. Alívio pois os cincos anos terminaram. Medo pois não havia a menor pista do que viria a seguir. Por toda uma vida. Como saber que essa era a escolha certa? De uma hora pra outra não havia professores a recorrer pra perguntar qual a postura correta, a melhor técnica, a opinião sobre a última polêmica. De repente se está jogado no mundo com um papel enrolado em uma mão e um número do CRP na outra. E esperança. E medo. Mas veio a sorte de choffer de caminhão: "Que tal viajar por Pernambuco defendendo os direitos de nossas crianças?" Isso é mais que um recém formando pode sonhar. Emprego dos sonhos um dia depois da solenidade de formatura? Sim, parece que Deus continua no céu, pensando em nós, fazendo além do merecemos.
Um ano. O ano que devia ser de procura, insegurança, foi um ano de realização e aprendizado (trabalhar com a Save the Children, com a Fundação ABRINQ no meio dos índios, dos quilombolas, dos sertões de Pernambuco). Um ano inesquecível. Um ciclo que se fechou. Faz um ano que o magnífico reitor da UNIVASF pôs o capelo sobre minha cabeça, e todas as grandes aventuras começaram.
Tempo, obrigada por ser meu amigo. E por me mostrar o quanto alguns medos são bobos.

1 !:

Mia Sodré disse...

Não sabia que você é psicóloga... Quando fiz meu teste vocacional marcou que eu deveria cursar psicologia. Acho algo lindo, mas... alma de jornalista, sabe?
Enfim.
Fiquei com um sorriso bobo no rosto ao ler seu texto. Há quem não acredite que essas coisas são coisas de Deus para nós, mas eu acredito. E é bom saber que ele cuida até dos detalhes. *---*

Kissu ;*

Ailma,
árvore plantada junto a ribeiros de água, muito prazer!

 
cata nuvens © Todos os direitos reservados | Ilustração :: Monoco | voltar para o topo