18.11.14

doce novembro


vim aqui publicamente agradecer a Deus por novembro. o dia está nublado, aqui choveu nos dois dias que passaram. a chuva é só um exemplo do quanto novembro foi doce até aqui. tudo bem eu perdi o passarinho Manoel de Barros que queria compor amanhecer. e apesar disso tive momentos da mais louca alegria. alegrias inéditas. alegrias únicas. só queria agradecer a Deus. dizer que O vi em tudo. O vi no aeroporto em recife no meio daquele abraço tão sonhado. O vi quando olhei pro oceano pacífico tão frio apesar do sol amarelíssimo. eu O vi enquanto sobrevoava os Andes e via gelos em cima das montanhas. O vi no último olhar pelas estradas do sertão.
novembro encerrou etapas importantes da minha vida. e foi uma doce despedida. novembro começou talvez novas histórias. se não novos amores pelo menos novas amizades.  em novembro fui cercada de espanhol por todo lado. e suspirei suspirei suspirei, ah como eu suspirei!  "novembro foi maravilhoso". "claro esse mês você me viu".
novembro foi repleto de sonhos e suspiros, novembro foi doce.

Ailma,
árvore plantada junto a ribeiros de água, muito prazer!

 
cata nuvens © Todos os direitos reservados | Ilustração :: Monoco | voltar para o topo