11.2.14

Welcome Gus!

Pequeno,


você já veio a esse mundo hostil lutando e lutando bravamente. Apesar das condições adversas, você resistiu. É um resistente, um sobrevivente. Um super orgulho da tia.
Há um tempo estamos preparando tua chegada. Na segunda Livinha separou livros que vai te dá e Pedro já me explicou como vai te ensinar as coisas mais legais do mundo.
Gus, você é muito amado e foi aguardado e sonhado por nove longos meses. Tu tens a sorte que poucos têm de ter um pai maravilhoso. Eu tenho orgulho de ser irmã dele e sei que você vai adorá-lo como pai. Você precisava ver a cara de bobo que ele tava quando soube que você nasceu e a preocupação sem fim de que você e tua mãe estivessem bem.
Esse bilhetinho é só pra dizer que você é amado por Deus, teus pais, tios, primos perto e longe e que nós vamos está sempre aqui pra você. Porque contigo tu trouxesse alegria e esperança e a certeza maluca de que hoje o mundo ganhou uma pessoa tão especial.
Tia lhe ama, e vai está sempre aqui.

Sim, pra mim, você é poema de João Cabral:

"De sua formosura deixa que eu diga:
é tão belo como um sim
numa sala negativa"
(em Morte e Vida Severina)

Ailma,
árvore plantada junto a ribeiros de água, muito prazer!

 
cata nuvens © Todos os direitos reservados | Ilustração :: Monoco | voltar para o topo