20.12.12

Acerto de Contas



Novas luzes na cidade. Enfeites verdes e vermelhos nas portas. É dezembro que chega me lembrando que tudo acaba. Se o mundo ainda não, pelo menos o Dois Mil e Doce acabou. Sem tempo para grandes despedidas você foi saindo de mansinho enquanto eu me distraía entre os relatórios de trabalho, a preocupação com o peso que preciso perder e os episódios de meus seriados preferidos.
Vejo você indo pelo caminho todo peralta sabendo que me fez feliz e que eu continuo incompetente para por em prática a listinha de coisas para fazer esse ano, mesmo que ele tivesse apenas um item. Pode rir porque eu ainda não sei jogar xadrez.
Obrigada 2012, agora os céus de Pernambuco estão gravados nas minhas retinas meio fatigadas. Obrigado pelo afeto que se espalhou para latitudes e longitudes tão distantes. Obrigada por ajustar tanto a bússola quanto o astrolábio na direção correta.
Agora que você se vai percebo que aproveitamos o nosso tempo juntos. Nós dois sabemos que nos fizemos bem. Seja nas horas perdidas (achadas) nas estradas, sejam os cafés em companhias de verdade, as cartas, a sensação constante de um bem estar, a sorte que tanto me sorriu.
2012, obrigada pelo primeiro emprego extremamente apaixonante, as novas relações, as novas lutas, a certeza cada vez maior de que sou estrangeira nessa terra pois minha cidade está sendo preparada.
Você arrasou 2012. Good by.

1 !:

K.T. disse...

Adorei as fotos de Petrolina, as citações literárias e o seu encantamento pelo sertão :).

Ailma,
árvore plantada junto a ribeiros de água, muito prazer!

 
cata nuvens © Todos os direitos reservados | Ilustração :: Monoco | voltar para o topo