25.10.12

quarta a noite



"Naquele momento, compreendi o único sentido que a amizade pode ter hoje. A amizade é indispensável ao homem para o bom funcionamento de sua memória. Lembrar-se do passados, carregá-lo sempre consigo, é talvez a condição necessária para conservar, como se diz, a integridade do seu eu. Para que o eu não se encolha, para que guarde seu volume, é preciso  regar as lembranças como flores num vaso e essa regra exige um contato regular com as testemunhas do passado, quer dizer, com os amigos. Eles são nosso espelho; nossa memória; não exigimos nada deles, a não ser que de vez em quando lustrem esse espelho para que possamos nos olhar nele."



Milan Kundera



Morgana, Ilka, Janaína, obrigada  por vocês existirem e resistirem por perto.

2 !:

Ilka Juliana disse...

Aiii que coisa liinda! Adoro o bom gosto dessa Mima em tudo, nas leituras, nas palavras...e nessa quarta à noite descobri o bom gosto por aquele restaurante refinado! Adorei tudo, meu suco de morango (de Paty, como disseram vcs!), o cheese burguer (hahaha), a beleza do lemon e do frapé, cada detalhe daquele lugar....e principalmente da companhia de cada uma! É sempre bom lembrar o conceito de beleza de Jana, os dramas de Morgana Carolina e Ailma Cíntia!rsrsrs Enfim, adorei tudo! Grande beijo

Gabriela. disse...

Só duas coisas a comentar:

Acho (não tenho certeza) que voltei a escrever.

Ciúmes de nunca mais ter me chamado pra tomar café.

Ailma,
árvore plantada junto a ribeiros de água, muito prazer!

 
cata nuvens © Todos os direitos reservados | Ilustração :: Monoco | voltar para o topo