25.9.12

Medianeras

Na vitrola:  Ultimo Romance 



A nossa vida é parecida com as irregularidades arquitetônicas de Buenos Aires. É com essa idéia;  a ideia de que somos próximos distantes, que fez com que eu me apaixonasse pelo filme argentino que nos convida a conhecer Martin e Mariana: fóbicos, vinte e poucos anos, sem vida social e contando suas vidas a partir da disposição dos prédios de Buenos Aires e de sua relação com a internet. Martin e Mariana (meio eu cada um). Ele e Susú (a cadelinha deixada pela ex). Ela e sua fixação em encontrar Wally. São tão angustiantemente humanos que entram na pele. Medianeras é um filme para se vê com os olhos e a epiderme. No fim, no meio das nossas paranóias e prédios e redes sociais que nos distanciam cada vez mais do mundo, eu fico me lembrando da voz linda do Rodrigo Amarante cantando: "E pra nós dois sair de casa já é se aventurar..!"

1 !:

Reginaluz disse...


que lindo blog,adorei,bom para inspirar,posso apresentar oi meu tb?
http://vilarejodesinha.blogspot.com.br/

Ailma,
árvore plantada junto a ribeiros de água, muito prazer!

 
cata nuvens © Todos os direitos reservados | Ilustração :: Monoco | voltar para o topo