8.6.12

no quintal Kambiwá


no chão Kambiwá.
Das coisas que mais gosto em meu trabalho, conhecer gente incrível é a minha preferida, e nessa tentativa de melhorar as condições de vida das crianças pernambucanas, conheci semana passada os índios Kambiwá. Foi um encontro fabuloso. Depois de passar por Truká, conhecer outro território indígena é um presente. Uma amiga disse: Acho que eles deviam se vestir a caráter. Eu discordo. Os índios não podem ser vistos como folclore. Existe uma coisa maior que vestimentas e costumes: o sentimento de identidade. Se sentir pertencente ao terrítório, ao espaço, à terra, aos outros índios, às lutas, ao amor à própria condição de índio, a própria história; isso é ser indígena.
Obrigada Kambiwás, pelo abraço, pela oportunidade de conviver com vocês!

Ailma,
árvore plantada junto a ribeiros de água, muito prazer!

 
cata nuvens © Todos os direitos reservados | Ilustração :: Monoco | voltar para o topo