16.2.12

Once


Existem filmes que nos marcam. Seja pela simplicidade escancarada. Seja pela ausência de personagens altos, perfeitos e fortes. Seja pela impossibilidade de um happy end. Apenas uma vez é um desses filmes. Uma história tímida. Um protagonista ruivo. Uma protagonista nariguda. Uma Europa charmosa mas desencantada. Não há nada clichê aqui. Eles se conhecem, se encantam, se ajudam, se divertem. E só. Depois vai cada um pro seu lado deixando o coração partido de lado porque a vida é mais urgente e prossegue independente de ter mais um ou menos um coração partido. A vida não assistiu novelas mexicanas e chorou com Thalia, tampouco leu os livros da Danielle Steel. Parece-me que nos intervalos ela lê Tolstói, Dostoiévsky, Garcia Márquez e Raimundo Carrero e tem novas idéias de sobre como proceder.
A vida é o tema principal de Apenas uma vez. Não importa o quanto um encontro pode te afetar. A vida é mais urgente que isso.

4 !:

JoabeNunes disse...

Mima' surtei quando vi esse post. Eu assisti esse filme no mês passado e ele entrou para os meus melhores filmes de todos os tempos. O que é aquelas trilha sonora que eles mesmo criam? Tudo é muito simples e lindo'amo mt mt <3

Beijos

Gizelle disse...

Meu bem,não sei se lembras,mas te falei desse filme uma vez.Me apaixonei também e principalmente pelas músicas,que não me contei e baixei o cd deles.Um encanto tudo.
Beijos

Mi ma disse...

Gi, assisti esse filme por influência sua!!

Muito, muito, muito lindo.
Ontem baixei a trilha por intermédio de Gabriela Cruz e não parei de ouvir!!


Sempre que tiver filmes no mesmo nível pode me indicar!

Beijos

ૐ 'Priscylα disse...

Vou assistir AGORA ! Amei sua resenha ;3

Ailma,
árvore plantada junto a ribeiros de água, muito prazer!

 
cata nuvens © Todos os direitos reservados | Ilustração :: Monoco | voltar para o topo