18.8.13

sábado leviano


Sábado a noite. Companhia de uma melhor amiga. Encontros inesperados, amigos que se reuniram e não chamaram. Sacode a poeira! Esquece. A noite hoje é pra ser feliz. Sem lamento... Tem Festival Aldeia terminando na cidade. Enfim a apresentação TÃO aguardada daquela trup de atrizes palhaças de uma colega. Mais encontros. SESC. Lugar onde se pode caminhar a vontade. Cabelo e roupas não são estranhos aqui. Há inclusive quem ache bonito esse corte. Há elogios aos cachos (!).  Abraços. Risos. Risadas. Cor. Mais cor. Bugigangas regionais lindas lindas. Coca cola. Apresentação de samba de raiz de algum povoadozinho perdido da Bahêa. Euforia interna. Sentada, mas pé em movimento constante no batuque dos instrumentos. "Nasci pra ser arqueóloga. Adoro essas particularidades dos grupos humanos". Rapazes bonitos e de barba (e héteros!). "Corre pra fila, temos que pegar os ingressos das Levianas!". Fila. Mais bons encontros. Histórias. Mais riso. (Mais moços bonitos).  "Onde mora essa gente que vive na mesma frequencia que eu, nessa cidade?". Fila. Ansiedade. Jogação de conversa fora. "Acabou o ingresso?". Tristeza. Decepção. Frustração. "Como assim terminou sem nem começar???". Inquietação geral. "- Calma gente vão liberar mais ingresso!". Ufa! Alívio. Alegria. Depois de tanta propaganda as amigas tinham que vê o show - clow. Mais encontro! Conversa de fila. Ingresso na mão. Receio de perder o ingresso. Entrada liberada. Procurar um bom lugar pra vê a apresentação. Troca de cadeiras. "Ajeita a câmera!". Ansiedade. "Será que vai ser bom mesmo?". 1,2,3.. testando. 1,2,3... senhoras e senhores o Aldeia orgulhosamente apresenta  Cia Animê, As Levianas. (Trilha sonora clow... daquelas de Cabareth ou dos filmes de Chaplin!).
Pronto começou!

Ha ha ha.
Ha ha ha.
Ha ha ha... Ha HA ha. HA ha Ha...
"Meus Deus como elas são engraçadas!". "E expressivas". "Ah... adorei a mala!". "E eu adorei as meias!".
Parecia Chaplin. Atrizes-palhaças-cantores. E musicistas pois tocam vários instrumentos. Inclusive uns brinquedinhos. "Brinquedinhos não! Percussão de apoio!".  Querem ser Dolores Duran, Nina Simone e Edith Piaf. Não são. Uma quer ser RockRoll na veia. Não é. É uma graça com uma vozinha de Sininho.
Não são as grandes grandes da música. Mas são divas e logo ganham nossas melhores risadas e um pouco de nosso afeto gratuito. Ganham a nossa tietagem. E nós ganhamos um primor de apresentação. Um desses momentos que faz bem a alma. E ao corpo. Que faz bem as relações. E quando se volta pra casa ganhamos um maravilhoso: Ailma, obrigado por me convidar. E a noite que tinha tudo pra ser leviana, se torna importante. E será guardada com zelo na caixinha das boas memórias.

1 !:

Nequéren Reis disse...

Olá!!!, Deus te abençoe, amiga texto maravilhoso, amei o seu blog sucesso, já estou te seguindo, Aguardando Retribuição.
Canal Youtube:http://www.youtube.com/NekitaReis
Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

Ailma,
árvore plantada junto a ribeiros de água, muito prazer!

 
cata nuvens © Todos os direitos reservados | Ilustração :: Monoco | voltar para o topo