2.6.12

Deus na Caatinga




"Porque há esperança para a árvore, pois mesmo cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e no chão morrer o tronco, ao cheiro das águas brotará e dará ramos como a planta nova". 
(Jó, 14.7-9)




É impossível  viajar pelo sertão e não vê o cuidado de Deus em cada coisa. No céu tão azul, nas árvores que a despeito da falta de água insistem em ser verdes e vibrantes. A maioria fica marrom e quebradiça, mas parecem que algumas ficam mais perto do céu e insistem em serem verdes, insistem em lembrar que a esperança só tem sentido se houver luta e perseverança... As vezes penso que Jó viveu foi no sertão de Pernambuco; é a única explicação para o trecho acima.
É engraçado perceber que num território aparentemente feio, Deus nos deslumbra com pequenos detalhes. As águas estão a quilômetros de distância, mas o cheiro delas renova a árvore. Aqui no sertão sempre dizemos que a caatinga só precisa sentir o cheiro da chuva para ficar verde. Não deveria ser assim também na nossa vida?!! Com Moisés eu aprendi que não preciso ver a face de Deus, se Ele me permiti ver Suas costas então eu sou feliz.
A caatinga nos ensina a ser fortes e a sobreviver na seca se alegrando na esperança da chuva. Quando eu passo por uma árvore bem verde no meio do cinza e do marrom é como se Deus sussurrasse:" Olha, eu estou aqui, velando por essas árvores; se você olhar atentamente dentro do cinza pode vai notar que existe um verde, Eu estou lá!". Isso serve pra mim também. Muitas vezes foco no cinza e no marrom e penso que não há mais esperança, mas Deus permanece aqui, nas escassas e resistentes árvores verdes. Deus não desiste de nenhum terreno. Ele tem um jeito especial de cuidar de cada um. Ele manda chuva em abundância para a Floresta Tropical e manda o cheiro das águas para o sertão, e só o cheiro já faz a caatinhha reviver. É o que sempre digo: Deus está nos detalhes.

1 !:

Nati disse...

Que maravilhoso isso. Deus está nos detalhes, sempre digo isso, mas meus dias tem sido secos. Que eu possa sentir o cheiro de água para então voltar a ter fé.

Lindo aqui ...

Ailma,
árvore plantada junto a ribeiros de água, muito prazer!

 
cata nuvens © Todos os direitos reservados | Ilustração :: Monoco | voltar para o topo